Audiência Pública na Câmara de Luzilândia discute a reforma da previdência social

Na manhã desta terça-feira (28/03), a câmara municipal de Luzilândia foi sede de uma Audiência Pública proposta pelo vereador Cristóvão Rodrigues, que teve como tema a Reforma previdenciária social e contou com a participação de representantes do poder legislativo, professores, participantes de movimentos sindicais, sindicalistas de movimentos sociais, alunos e secretários de governo.

Segundo o proponente da Audiência, o objetivo foi esclarecer sobre a reforma da previdência e suas consequências para a população brasileira. A Fetag, que é uma entidade voltada para os trabalhadores da agricultura do Piauí, estava representada por seus assessores, e em suas falas deixaram claro que um dos maiores prejudicados caso essa reforma seja aprovada será o trabalhador rural.

Os trabalhadores rurais são os que mais estão sendo afetados. Então nós somos contra, mostramos aqui que os recursos se foram arrecadados da forma que a lei diz, não tem rombo na previdência- relatou Simão Oliveira, assessor de políticas sociais da fetag-PI.  A vereadora Gilmara Gil ressaltou que a audiência pública não serve apenas para o presente mas também para o futuro, deixando explícito seu total apoio ao movimento contra a reforma da previdência social.

A administração municipal embora não estivesse presente, em razão do cumprimento de sua agenda, é sensível a causa, pois entende a relevância do assunto não apenas para alguns, mas para todos aqueles que buscam o respeito e igualdade de direitos dos cidadãos brasileiros.

O vereador Cristóvão Rodrigues, responsável por propor a Audiência Pública, finalizou os discursos e mostrou-se satisfeito com as informações repassadas, com a presença do público e com o resultado final dos debates e discursos que foram feitos.

Assessoria de Comunicação GML