NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo de Luzilândia “Construir e Servir”, através da Assessoria de Comunicação e jurídica vem, na oportunidade do momento, dizer à população luzilandense que quanto a questões elencadas por veículos de comunicação a rigor viciados no trato da perseguição, da calúnia, da má fé e difamação.
O mesmo governo não se propõe a responder sobre os argumentos quanto aos processos licitatórios, mas especificamente sobre a empresa que, na concorrência do processo foi ganhadora.
O processo licitatório é democrático e aberto à quem dele se propor a participar, para tanto não há legislação que ofereça respaldo para barrar empresas à nível da legalidade. O Governo, por tanto, se conduz na observação do que procuram motivar como denúncias sendo que mesmo é consciente da fraudulenta informação implantada quanto ao protocolamento destas denúncias.
Em qualquer côrte de justiça, não diferente o TCE, TRE, TSJ, o MPF, e até mesmo o STF possuem um balcão e uma janela de vidro que detém na mesa uma comporta para requerer o protocolamento de qualquer peça à qualquer um dos tipos dessas côrtes oferecidos. Neste ensejo, não há nada de anormal, mas conotar o mesmo como algo alarmante e grandioso é imoral, desonesto, fortuito, e apelativo, curso seguído pelos veículos comunicativos que fazem oposição ao Governo Construir e Servir.
O Governo, não de forma totalitária, ora se faz aberto de forma sensível não no campo das meras e fantasiosas especulações, mas da ética para responder à qualquer questionamento produtivo através de suas assessorias.

Contato: assecomgovernodeluzi@gmail.com