Protocolo Administrativo

Em resumo a administração pública é pautada em momentos, esta é uma maneira simples de dizer que há a importância das obras, do transporte, da educação, saúde, assistência social, cultura, meio ambiente e etc. De acordo com a ciência política, tudo decorre com a conveniência da circunstância e do momento, o que não significa dizer que quando um destes aspectos está em ação, os demais sejam ignorados, todos estão em andamento, porém, quando um destes aspectos da administração pública entra em ação, momentaneamente ele toma maior espaço e destaque, é ilusório algumas fomentações que direcionam que um governo em palavras apequenadas que “só vive de fazer festas”, é até estranho porque se estas festas não existissem a ausência das mesmas também seria notada, o que define que certas críticas são desprovidas do saber como pontuar as próprias críticas. Há até saídas em falas, sobre assuntos pertinentes à administração e aqui o maior exemplo é o Governo “Construir e Servir”, quando desenvolve suas ações, que este não faz mais que sua obrigação e de fato o governo não se interessa em distribuir favores e nem fazer política de barganha, mas cumprir suas obrigações e deveres sim, e deixar a população informada através de suas assessorias, acerca de todas as ações que estão sendo realizadas.
Para motivar comentários sobre o que acontece ou deixa de acontecer no serviço público, faz-se necessário, com o termo obrigação, ter conhecimento da ciência política que rege os transmites da administração pública.
O maior interesse do prefeito Ronaldo Gomes, gestor de Luzilândia, é proporcionar a todos os setores de sua administração condições capazes de atender as carências e necessidades da população luzilandense, cada uma no seu devido tempo, e ao tempo que um assuma destaque, os demais estejam em funcionamento pleno.
Assessoria de Comunicação