SEMED realiza Fórum Permanente de Educação do Município

O Fórum Permanente busca integrar a sociedade às políticas educacionais do município

Na manhã da última quarta-feira (01/11), a Secretaria de Educação realizou na câmara Municipal, o Fórum Permanente de Educação do Município de Luzilândia.O Fórum é um espaço de participação e integração da sociedade que busca formular e acompanhar as políticas educacionais no município, e como estão sendo desenvolvidas e aplicadas.

O fórum deve ser composto por representantes de instituições públicas, e privadas, organizações sindicais, movimento e redes da sociedade civil, instituições de pesquisa, famílias, cidadãos, estudantes e pesquisadores, nesse sentido estiveram presentes membros de várias instituições, que foram nomeados como representantes e seus suplentes.

O evento foi aberto pela Secretária de Educação, Socorrinha Meireles que deu as boas-vindas aos representantes das classes, e agradeceu a presença de todos, enfatizou que o Fórum é de caráter permanente e suprapartidário, e tem o objetivo de discutir as políticas públicas educacionais de maneira a estimular o progresso da educação municipal.

Após, a fala da secretária o responsável pela condução do Fórum, professor Fernando Alves, iniciou,  detalhando sobre o que seria o fórum, qual a importância da realização, quais os processos para composição, elaboração e discussão, conduzindo também os debates tudo de maneira organizada. Fernando dividiu os participantes em quatro bases, para uma leitura e aprofundamento do regimento interno, buscando conhecer as propostas do regimento, acrescendo ou suprimindo algo, que fosse favorável para a melhor aplicabilidade do Fórum. Em seguida o representante de cada grupo usou a plenária para expor a proposta sugerida dos grupos.

Algumas das propostas apresentadas foi quanto ao tempo em que o coordenador permanece na função. Para um grupo, o período instituído de quatro anos é elevado, enquanto que os outros grupos, defenderam que é necessário esse tempo, para o pleno desenvolvimento das funções. Uma outra sugestão foi uma suposta remuneração para os membros do Fórum, segundo eles, uma espécie de motivação.

E durante a plenária, os participantes votaram as mudanças no regimento, de acordo com os debates feitos nos grupos e elegeram a professora Ivanilda Costa, como coordenadora do Fórum.

Assessoria de Comunicação