HISTÓRIA

A cidade de Luzilândia localiza-se no extremo norte do Piauí, à margem direita do rio Parnaíba, rio esse que a separa do Estado do Maranhão.

Teve sua origem a partir de uma fazenda de gado, denominada Estreito fundada em 1870, por João Bernardino de Souto Vasconcelos. Com o crescimento e evolução da fazenda e por uma forte influência política do Cel. José Francisco de Carvalho e Augusto Gonçalves, em 1890, foi elevada à categoria de Vila, mudando então sua denominação, passando a ser chamada de Vila Porto Alegre.

Francisco Augusto do Vale junto com outras pessoas, construíram uma pequena capela, sem torre, apenas com um sinete no local onde hoje é localizada a Igreja Matriz de Santa Luzia.

Em 1938 a Vila elevou-se à categoria de cidade, instalando-se em 1939.

Como não era permitido pela legislação federal dois lugares com o mesmo nome, em 1943, a cidade passou a ser chamada de Luzilândia, nome que era uma homenagem à Padroeira Santa Luzia.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Porto Alegre, pelo decreto estadual nº 15, de 10-03-1890. Sede na povoação de Estreito. Constituído do distrito sede. 
Pelo decreto do Governo Geral nº 3012, de 22-10-1880, transfere a antiga província do Ceara para o Piauí. 
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede. 
Pelo decreto estadual nº 1197, de 06-04-1931, o município de Porto Alegre passou a denominar-se Joaquim Távora. 
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município já denominado Joaquim Távora é constituído do distrito sede. 
Pelo decreto estadual nº 12, de 17-10-1935, o município de Joaquim Távora voltou a denominar-se Porto Alegre. 
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município denominado novamente Porto Alegre é constituído do distrito sede. 
Pelo decreto estadual nº 754, de 30-12-1943, o município Porto Alegre passou a denominar-se Luzilândia. 
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município já denominado Luzilândia é constituído do distrito sede. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

GEOGRAFIA

Localiza-se a uma latitude  03º27’28” sul  e a uma longitude 42º22’13” oeste, estando a uma altitude de 30 metros. Situa-se na microrregião do Baixo Parnaíba Piauiense, mesorregião do Norte Piauiense. Sua população estimada em 2004 era de 23.241 habitantes. Anteriormente o município foi denominada Porto Alegre e Joaquim Távora.

Com uma área de 735,90 km², o município limita-se ao norte com o Estado do Maranhão  e o município de Joca Marques, ao sul, com cidade de Morro do Chapéu e São João do Arraial. Madeiro e Matias Olímpio são cidades que limitam-se a Oeste

Luzilândia fica na  mesorregião do Norte Piauiense  e na microrregião do Baixo Parnaíba, possuindo uma população estimada de 23.409 habitantes, sendo 16.013 ou 69,43%, aptos ao voto para escolha de seus representantes públicos. Possui uma área de 735,93 km².

CLIMA

O clima é quente e úmido, no verão com índices de elevados de chuvas. A precipitação média anual é da ordem de 1.615 mm, estimada a partir do posto pluviométrico de Porto. A estiagem castiga o solo em períodos de falta da chuva. A umidade relativa média anual está em torno de 75% e a temperatura média é de 27,5 °C. A Travessia do rio Parnaíba, agora é feita através da ponte Alberto Nogueira que foi inaugurada dia 03 de julho de 2014, porém ainda existem as embarcações fluviais denominados canoas ou barcos, feitas de madeira e materiais artesanais.

HIDROGRAFIA

A hidrografia desta área é fundamentalmente formada pelo trecho mais baixo do rio Parnaíba  e pelos afluentes da margem direita, alguns dos quais formadores de lagoas, como o riacho Morro do Chapéu , que alimenta a lagoa do Cajueiros , Luzilândia/ Joaquim Pires e o riacho Grande , que alimenta a lagoa da Estiva, no município de  Porto.

VEGETAÇÃO

A vegetação predominante no município é formada por palmeiras. Mas Luzilândia tem uma vegetação mista, semi-decidual, com predominância do babaçu e outros vegetais dicotiledôneos; Carnaubais, predominando as Copernicias prumiferas distribuídas em campinas.

HINO DE LUZILÂNDIA

Letra: Raimundo Nonato Vale 

 

Esta terra sem par que nos fascina,

Do Parnaíba à beira alcandorada,

Com porte de airoso de gentil menina

É nossa Luzilândia idolatrada.

 

Luzilândia berço amado,

Como é grande o teu porvir

Teu destino está traçado

Rainha do Piauí. 

Tua vida é nossa vida

Unida na mesma lida

Sob o te céu de esplendor

Que tanta luz irradia

Terra de Santa Luzia

Oásis do nosso amor

 

Tua história tem raízes no passado

Originando nossas tradições

De povo forte, destemido, ousado

Simbolizando as nossas gerações

 

A memória dos vultos do passado

Reflui galvanizada em nossa mente,

Eternos detentores de um legado

Que a história esqueceu completamente

 

Teu solo generoso e mais fecundo

Onde tudo se plantando há de dar

O labor de um povo tão profundo

Nos leva com fervor a te exaltar.

 

Por tua brava gente conduzida

Sempre ao sabor de fortes lideranças

Há de alcançar a glória merecida

Sonho maior das nossas esperanças.

 

 

SÍMBOLOS MUNICIPAIS

 

 Bandeira de Luzilândia

Brasão de Luzilândia

MAPA DE LUZILÂNDIA

POPULAÇÃO 

População estimada (2017)  – 25.082 pessoas 

População no último censo (2010)  – 24.721 pessoas 

Densidade demográfica (2010) –  35,10 hab/km² 

LISTA DE PREFEITO(A)S DE LUZILÂNDIA ( INCOMPLETA)

 

  • Francisco Rodrigues Candeira
  • João Teles/José Francisco de meneses
  • Mulato Carvalho
  • Maria do Carmo Castelo Branco Uchoa
  • Ari Castelo Branco Uchoa
  • José Martins Filho
  • Mariano Fortes Sales
  • João de Assis Marques
  • Durvalino Araújo Castelo Branco
  • João Francisco de Carvalho II
  • João Francisco de Carvalho
  • Valdivino Carvalho
  • João José Filho
  • Raimundo Nonato Marques 
  • Francisco das Chagas Marques Sobrinho
  • Vicente Sabóia de Meneses Neto
  • Ismar Aguiar Marques
  • José Aguiar Marques
  • Janaínna Pinto Marques
  • Hiran Ferreira de Aguiar
  • Alberto Carvalho
  • Ema Flora Barboza
  • Ronaldo de Sousa Azevedo

     Fonte: IBGE (2010) , Wikipédia (editada por assessoria), Arquivo da Biblioteca Municipal de Luzilândia